ações

MDias Branco (MDIA3) - Conhecendo a empresa

MDias Branco (MDIA3) - Conhecendo a empresa
Junte-se a mais de 45.000 pessoas

Entre para a minha lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O setor de alimentos é considerado um setor perene em nossas vidas. Muitas empresas do setor de alimentos fazem parte da B3, contudo muitos investidores iniciantes não conhecem a MDias Branco.

Empresas como Camil Alimentos, JBS S.A. e Marfrig Global Foods S.A. são muito conhecidas no mercado de ações, mas muitos investidores iniciantes não conhecem a MDias Branco e como ela está presente no nosso cotidiano.

Recentemente, fiz um post aqui no blog sobre a Camil Alimentos. Se quiser ler, basta clicar aqui.

Com o objetivo de auxiliar os investidores iniciantes a conhecerem um pouco mais sobre a MDias Branco, vamos analisar alguns pontos da empresa.

Só para reforçar, não é indicação de compra e venda, certo? 

Conhecendo um pouco mais da MDias Branco….

O que é a MDias Branco e o que a empresa faz?

A MDias Branco (Figura 1) é uma empresa fundada em 1961 e que possui mais de 60 anos de atuação direta no setor de alimentos no Brasil.

Logomarca da MDias Branco
Figura 1: Logomarca da MDias Branco.
Fonte: Site RI da MDias Branco.

Atualmente, a empresa é a líder nacional nos mercados de massas e biscoitos, através do uso de um modelo de negócio baseado em crescimento estratégico e resultados consistentes.

Ademais, a MDias Branco também apresenta uma posição relevante no mercado nacional de farinha de trigo.

Portanto, a MDias Branco tem um importante posicionamento de mercado no setor que atua, o que atribuiu um grande valor a empresa.

A empresa tem como missão a produção e oferta de produtos alimentícios saborosos, inovadores e que apresentem alta qualidade, além de preços bastante competitivos.

Quais as vantagens competitivas da MDias Branco?

Com toda a certeza, a empresa tem uma série de vantagens competitivas frente a outras empresas concorrentes. Algumas dessas vantagens competitivas são:

  • Localização estratégica de suas plantas industriais – 15 plantas industriais e 38 centros de distribuição nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul.
  • Grande rede de exportação de produtos – exporta os produtos para 37 países presentes nos 5 continentes.
  • Qualificação dos seus trabalhadores – prioriza a contratação de mão de obra qualificada.
  • Investimentos em políticas de sustentabilidade – adoção de estratégias que reduzem os danos ambientais.
  • Estrutura verticalizada e forte controle do fluxo de caixa da empresa

Como funciona o modelo de negócio da empresa?

Além das vantagens competitivas citadas, a MDias Branco tem como ponto forte a aquisição e uso de marcas reconhecidas no mercado.

A empresa conta com 19 marcas reconhecidas em nível nacional e regional. A figura 2 mostra as principais marcas que a MDias Branco possui.

Marcas da MDias Branco
Figura 2: Marcas da MDias Branco.
Fonte: Site RI da MDias Branco.

Entre as marcas conhecidas, é possível destacar Adria e Richester como marcas de maior abrangência nacional, entretanto marcas como Vitarella e Isabela são muito conhecidas nas regiões Nordeste e Sul, respectivamente.

Recentemente, a empresa fez uma das aquisições de marcas mais relevantes que foi a aquisição da marca Piraquê.

Os principais clientes da MDias Branco são os mercados varejistas e atacadistas como intermediários dos produtos até os consumidores.

Nesse modelo de negócio, os mercados compram os produtos da empresa e estocam para que somente após redução de estoque, novas remessas de massas e produtos sejam adquiridas diretamente da empresa.

Outro ponto que me chamou a atenção no modelo de negócio da empresa foi a proposta de diversificação de novos produtos, tipos de embalagem e categorias para atender novos nichos de mercado.

Por exemplo desse tipo de produto, a MDias Branco criou a linha de biscoitos Adria Plus Life que são biscoitos funcionais, ou seja, biscoitos enriquecidos com fibras e vitaminas.

Recentemente, em maio de 2020, a MDias Branco divulgou o resultado primeiro trimestre do ano de 2020 que revelou um aumento de lucro de 140,8 % e aumento de receita líquida de 24,3 %.

Afinal de contas, o que causou esse aumento tão significativo?

Basicamente, a maior demanda por produtos de fácil consumo e estocagem durante a pandemia de COVID-19, o que ocasionou um aumento de 22,4 % no volume total de vendas em comparação ao primeiro trimestre de 2019.

Além disso, a empresa conseguiu aumentar em 103,2 % o volume de exportações e aumentar a utilização de sua capacidade produtiva (71 %) em comparação ao mesmo período de 2019.

Então, fica evidente que a empresa conseguiu se destacar no início de um cenário mundial desfavorável ocasionado pela pandemia de COVID-19.

A MDias Branco (MDIA3) na bolsa de valores

A MDIA3 é uma empresa listada no novo mercado e teve seu IPO na bolsa de valores brasileira no ano de 2006, ou seja, é uma empresa relativamente recente na B3.

Nesse sentido, a empresa é classificada no segmento de consumo não cíclico no subsetor de alimentos diversos.

As ações da MDias Branco são somente negociadas somente na forma de ações ordinárias, ticker MDIA3 que apresentam um tag along de 100 % com um  free float de 36,4 %.

De acordo com o site da B3, a quantidade total de ações MDIA3 no mercado atualmente é de cerca de 339 milhões de ações.

A estrutura acionária ainda conta com um grupo de investidores DIBRA que possui aproximadamente 63 % das ações ordinárias da MDias Branco.

Quais os pontos negativos da empresa?

Ao meu ver, o principal ponto negativo da empresa é a dependência com a principal matéria-prima: o trigo.

Mas como isso funciona? A MDias Branco compra o trigo, faz o seu beneficiamento, produzindo farinha ou farelo de trigo. Esses produtos serão usados principalmente na produção de biscoitos e massas ou revendidos.

Assim como outros produtos alimentícios, o trigo é um commodity que tem o seu preço final indexado ao dólar, ou seja, a alta do dólar causa o aumento do preço do trigo.

E como isso funciona na prática? Isso vai aumentar o custo de produção da empresa por causa do preço do trigo.

Consequentemente, os resultados econômicos da MDias Branco são diretamente afetados por isso.

Contudo, atualmente a empresa tem investido em melhorias estruturais para diminuir a dependência da aquisição de matéria-prima, o que teria um bom potencial de reduzir os custos gerais de produção.

A minha opinião sobre a MDias Branco…

Sempre gostei muito do setor agro e alimentício! Por isso, na minha carteira de investimentos tenho empresas como SLCE3, ABEV3 e CAML3.

Também tenho a MDIA3 em carteira e acho uma boa empresa para se investir!

De uma forma geral, penso que para investir na MDIA3, você deve entender principalmente a questão da dependência com um commodity e que isso afeta os resultados econômicos da empresa.

Gostaram dessa análise da MDIA3? Tem a empresa na sua carteira de investimentos? O que acha?

Diz aí pra mim! Um abraço e até a próxima!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *