É possível sim mudar sua vida Financeira. Basta VOCÊ querer!

Se começar hoje, além de mudança de vida, você garante um aposento Digno! (Deixe seu email que tenho dicas pra você.)

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Orçamento Familiar. 3 dicas Incríveis para se Organizar

Orçamento Familiar. 3 dicas Incríveis para se Organizar

Para qualquer pessoa, fazer o cálculo do orçamento familiar é algo que exige bastante disciplina e controle, sendo, no entanto, extremamente necessário para saber o que está sendo gasto e como está sendo gasto, ou seja, mantendo o controle da vida financeira da família.

Fazer o orçamento familiar é uma atividade que pode desenvolver e incorporar novos hábitos à sua rotina, sendo também a melhor maneira de administrar o próprio patrimônio, garantindo uma reserva para o futuro.

O orçamento familiar, quando bem feito, permite aplicar o dinheiro que a família ganha de forma mais racional, oferecendo a todos dentro da casa maior liberdade para investir naquilo que seja realmente necessário, como a busca de uma escola melhor para os filhos, uma viagem pretendida e sonhada há muito tempo, a troca de um carro mais antigo por um carro zero ou, até mesmo, a compra de um imóvel, deixando de lado o aluguel.

É evidente que, para fazer o orçamento familiar, nem todo mundo leva jeito. Contudo, é preciso manter a disciplina e o foco, fazendo valer a ideia de considerar todos os ganhos e gastos, tomando decisões para os ajustes necessários, pagando todas as dívidas e obtendo, com o tempo, bons resultados, mesmo com orçamento apertado.

Orçamento familiar: uma tarefa simples

Se você analisar racionalmente, o controle do orçamento familiar é algo bem simples. Só é preciso encontrar o método certo e manter a força de vontade para fechar as contas todos os dias. Você não precisa ter conhecimentos profundos de finanças para manter esse controle: basta conhecer o básico da matemática, uma vez que se trata apenas de soma e subtração.

Veja, a seguir, as 3 principais dicas para você manter o controle do seu orçamento familiar e preste atenção no bônus, a quarta dica, que, certamente, é a mais importante.

1.     Anote todas as entradas e saídas

Vamos lembrar, antes de mais nada, que a participação de todos os membros da família é extremamente importante para manter o controle do orçamento familiar. Se você envolver todo mundo, todos podem participar das decisões e colaborar para cortar despesas. Dessa forma, fica mais fácil manter o controle, ao mesmo tempo em que você vai educar as pessoas com relação à vida financeira.

Monte uma planilha onde você vai anotar todos os gastos, sem esquecer de nenhum, até mesmo o cafezinho na padaria. Por isso falamos de disciplina: todos devem anotar os gastos do dia e passar para a planilha diariamente para não esquecer.

Anote também os meios de pagamento, como em dinheiro, em cartão de crédito ou de débito ou se foi uma dívida a ser paga no final do mês. Com essas anotações, você sempre estará sabendo o quanto possui de despesas e onde está indo o dinheiro do orçamento familiar.

Um blog que eu acompanho e fala bastante sobre planilhas é do HC Investimentos.

2.     Compre apenas o necessário

Sempre que alguém pretender comprar alguma coisa, verifique antes as prioridades. Veja se a compra é necessária, se terá utilidade ou se poderá ser substituída com qualquer outro objeto que você tem em casa.

promocao imperdivel orcamento familiar

Além disso, também é preciso definir com os membros de sua família um limite para os gastos mensais, como, por exemplo, as idas ao cinema, a compra de roupas e acessórios ou passeios de final de semana. Veja sempre o que está no orçamento familiar e o que pode ser contido sem prejuízo para ninguém.

Procure conscientizar principalmente seus filhos sobre o consumo por impulso, faça com que vejam que muitas coisas são simplesmente vontade e não necessidade.

3.     Não faça novas dívidas

Se você está na mesma situação de milhares de famílias brasileiras, certamente tem dívidas a pagar. Faça um bom planejamento para quitar todas as dívidas que possui e segure o freio: não faça novas dívidas.

Analise o que pode ser feito, quanto vai ser pago por mês e evite contrair empréstimos ou comprar a prazo. Controle seu orçamento familiar de forma a ter sempre algo sobrando no final do mês.

Bônus: tenha um plano para economizar todo mês

Como dica final, a mais importante de todas: dentro do planejamento do seu orçamento familiar, faça um plano para guardar um pouco de dinheiro todos os meses, falamos sobre segurança financeira em outro artigo, aplicando em qualquer tipo de investimento e esquecendo que o dinheiro está lá, deixando que ele vá rendendo juros.

Se você não tem conhecimento sobre as formas de investimento, comece com uma caderneta de poupança, lembrando que ter um dinheiro guardado é extremamente importante para cobrir imprevistos.

Aproveite as oportunidades que tiver para comprar tudo o que precisa à vista, conseguindo descontos em vez de pagar juros.

Se você planejar sempre o seu orçamento familiar, terá como prever os gastos, sem ser pego de surpresa. Não se esqueça que sua família tem papel fundamental no controle do dinheiro que entra em casa.

Lembre-se que, ao começar a fazer o planejamento do orçamento familiar, pode ser meio complicado, mas, em pouco tempo você verá que é uma necessidade e se tornará um vício útil para você e para sua família.

Sobre o Autor

Rodrigo Colombo
Rodrigo Colombo

Formado em Administração e Gestão Financeira, Empreendedor Digital com mais 5 projetos em andamento. Sempre gostei de Finanças e Investimento, o que me levou a Gestão Financeira.

Fale Comigo!