Quero ficar rico. E estou compartilhando 5 descobertas

Para que possamos conversar melhor sobre o tema quero ficar rico, prefiro, neste artigo, trabalhar na primeira pessoa, algo que não costumo fazer normalmente.

Assim, acho que podemos nos aproximar mais, mostrando a você a minha visão do fato e a minha experiência sobre o assunto.  😎

Quando comecei a trabalhar, também me interessei pelo mundo das finanças, buscando informações sobre pessoas que conseguiram ficar ricas em sua vida e, nisso, percebi que, na maioria das vezes, o sucesso financeiro vem junto com a valorização do próprio trabalho.

Ou seja, bons profissionais sabem dar valor ao seu próprio trabalho e ao seu patrimônio, sempre fazendo seu trabalho com maior qualidade.

Percebi, portanto, que, se eu quero ficar rico, também tenho que aprender e praticar esse comportamento, para contribuir com o objetivo de ter mais dinheiro e me sentir mais tranquilo.

Com o passar do tempo, as qualidades que a gente vai acumulando, nos trazem mais consciência e objetividade, fazendo com que a gente se dedique com mais profundidade àquilo que aprendemos.

Pensei que, se eu quero ficar rico, também tenho que ter disciplina e comprometimento profissional, entendendo que preciso ter objetividade se quero alcançar os resultados pretendidos.

Foi assim que comecei a fazer uma programação mental voltada para conseguir ficar rico, voltando minha mente para a riqueza.

A ciência pode me ajudar, se eu quero ficar rico

Não é só uma questão de sorte: a ciência conseguiu provar que podemos reprogramar nossa mente para aquilo que queremos conquistar ou fazer em nossas vidas.

Claro que, se eu quero ficar rico, não vou encontrar uma estrada larga e plana, eu também tenho que lutar e vencer obstáculos.

O que nós devemos fazer é não apenas reprogramar nossa mente, modificando nosso cérebro através de uma boa dose de disciplina e de determinação.  Se você faz APENAS isso, ou faça mais ou pare de vez.

Se pensa, como eu, dizendo a si próprio “quero ficar rico”, vai também ter que mudar seus conceitos e sua forma de trabalhar.

Comece fazendo uma avaliação do valor atual de sua renda: tudo isso é resultado de sua própria riqueza interior. Ou seja, toda nossa condição financeira é resultado de nossa programação mental, seja nos rendimentos, seja na felicidade, seja nos relacionamentos.

Normalmente nós analisamos o quanto estamos ganhando, o quanto estamos economizando e o quanto estamos devendo e, se a conta não bate, colocamos a culpa numa série de fatores externos, que fogem ao nosso controle.

Contudo, se eu penso que quero ficar rico, posso mudar a situação e verificar que tudo é resultado daquilo que eu mesmo faço.  🙁

Dessa forma, toda a minha riqueza é o resultado dos meus próprios valores e dos meus pontos de vista sobre o dinheiro e, assim, EU SOU responsável pela minha situação financeira atual.

Fica mais fácil entender que eu quero ficar rico e estou onde estou por conta daquilo que penso e crio.

Tudo o que acontece com relação ao meu dinheiro é o resultado do meu entendimento sobre a vida financeira.

Também entendi, quando pensei que quero ficar rico, que podia voltar ao controle e buscar minha prosperidade financeira, simplesmente através da mudança dos meus pensamentos sobre a riqueza, sobre o dinheiro e sobre as pessoas ricas.

Portanto, trabalhei uma reprogramação mental para a riqueza.

A partir daí, em vez de culpar a mim mesmo pelos erros cometidos no passado ou evitar completamente a ideia de que quero ficar rico, comecei a criar novos hábitos para montar minha riqueza e prosperidade.

Meu primeiro passo foi assumir total responsabilidade por meus atos, sem gastar tempo e energia culpando fatores externos ou outras pessoas, ou nem mesmo me culpando.

Simplesmente, assumindo a responsabilidade e começando a agir.

Depois da ideia de que quero ficar rico, fiz uma autoavaliação, verifiquei meus erros e minhas crenças com relação ao dinheiro e comecei a corrigir tudo o que era preciso.

Quero ficar rico: os segredos que descobri

Com minha meta e sempre com o mesmo pensamento em mente, fui anotando todas as características compartilhadas pelas pessoas que conseguiram sucesso financeiro na vida, se tornando pessoas bem-sucedidas.

Encontrei cinco características comuns entre as pessoas ricas e que lutaram pelo mesmo motivo que eu, também pensando sempre “quero ficar rico”:

1.      Se quero ficar rico, tenho que saber lidar com a frustração

quero ficar rico

Um dos mais graves problemas que enfrentamos na vida é não saber lidar com a frustração.

No mundo dos negócios, o fracasso sempre é visto como algo negativo, principalmente porque as pessoas não conseguem valorizar as experiências negativas, não colhendo delas algo de bom, um aprendizado para o futuro.

Entre os orientais, os profissionais que enfrentam problemas em sua carreira sabem o quanto significa o fracasso para chegar ao sucesso, isso eles aprendem de berço.

Os profissionais que ficaram ricos aprenderam desde cedo a lidar com a frustração, uma vez que cada frustração pode ser transformada numa experiência.

Pense comigo, portanto: se eu quero ficar rico, não posso deixar me dominar pelas frustrações. Eu é quem devo domina-las. Com isso, eu posso fazer do erro uma oportunidade para aprender e crescer.

Somente não aprende quem não sabe lidar com os próprios fracassos.

2.      Se eu quero ficar rico, devo aprender a importância de correr riscos

quero ficar rico

Em toda a nossa vida somos obrigados a tomar decisões, desde o momento em que nos levantamos até quando vamos para a cama, e todas as nossas decisões envolvem riscos.

Quando decidi que quero ficar rico, percebi que as pessoas de sucesso colocam o risco como oportunidade, entendendo que o maior risco será sempre não correr nenhum risco quando surge uma grande chance.

O que devemos fazer é correr risco de maneira calculada.

Em algumas ocasiões, a possibilidade de mudar de emprego ou de apostar num negócio próprio não pode ser desperdiçada, mesmo que essa oportunidade faça com que tenhamos de sair de nossa zona de conforto.

E cá entre nós: SAIR da ZONA DE CONFORTO é o que devemos fazer!

Pense comigo: se eu quero ficar rico, nunca posso andar pelo caminho já traçado, pois ele vai levar somente até onde os outros foram.

3.      Se eu quero ficar rico, não posso perder o foco

quero ficar rico

Você já percebeu que existem pessoas que possuem ideias formidáveis, mas que acabam desperdiçando a oportunidade porque não conseguem manter o foco e seguir o próprio planejamento?

Pois bem, se eu quero ficar rico, não preciso ter uma infinidade de ideias.

Devo ter apenas aquelas com que posso trabalhar e manter o foco, seguindo um planejamento e buscando o objetivo final.

Um cuidado necessário, contudo, é ficar amarrado demais numa ideia e perder o foco no objetivo maior.

Se uma ideia não está avançando como queremos, é preciso rever o que está ocorrendo e fazer manutenções necessárias para voltar à direção.

Pense comigo: se eu quero ficar rico, não preciso dizer “sim” para todas as ideias que tiver, mas significa dizer “não” para todas as coisas que podem me tirar do foco, selecionando com cuidado o meu objetivo.

4.      Se eu quero ficar rico, preciso ter o Networking como investimento

quero ficar rico

Um dos mais importantes investimentos que podemos fazer na vida é com o Networking.

O bom relacionamento e bons contatos sempre oferecem excelentes oportunidades e precisamos aproveitar as situações para tratar nossas ideias e objetivos.

Portanto, se eu quero ficar rico, preciso ser conhecido no mercado, preciso ter uma boa rede de contatos, preciso ter suporte para tomar as decisões.

Pense comigo: se eu quero ficar rico, preciso entender que nenhum homem é uma ilha. Preciso de pessoas para poder chegar ao meu objetivo.

5.      Se eu quero ficar rico, não preciso mudar o mundo

quero ficar rico

A maior parte das pessoas pensa que pode mudar o mundo.

Antes de pensar em mudar o mundo, no entanto, preciso aprender a enxergar como o mundo funciona e como posso me adaptar, se realmente quero alcançar a riqueza.

Se começo a enxergar o mundo de uma forma diferente, valorizando as pessoas e as entendendo, começo também a contaminar positivamente as pessoas, criando uma corrente que só vai crescer e se fortalecer.  😎

Para a riqueza, preciso saber que a forma de enxergar o mundo é importante, pois consigo criar um olhar transformador, aproveitando as oportunidades e criando condições para a geração de riqueza e sucesso.

Pode até ser que mudar o mundo seja interessante, mas é necessário primeiro mudar a forma como nos vemos no mundo, entendendo que é preciso muito mais do que uma ideia, ou seja, precisamos ter persistência e dedicação.

Pense comigo (Agora pela última vez neste artigo 😆 ): se quero ficar rico, preciso ser o espelho das mudanças que pretendo e, para mudar o mundo, preciso começar a mudar a mim mesmo.

Pois bem, agora você pode perceber que a riqueza é uma consequência de seu trabalho e de sua competência, de sua capacidade de superação, do resultado de seu trabalho e também, por que não?, dos seus fracassos.

Os cinco temas que falamos sobre o assunto “quero ficar rico” podem servir a você, como serviram a mim, como inspiração para um bom caminho em direção à riqueza.

Encontre o seu próprio jeito, pensando sempre que é a sua disponibilidade para a riqueza que vai trazê-la para você.

Você já leu todos os artigos do Blog? Abaixo tenho alguns relacionados…Porém, criei uma lista com 3 melhores na minha opinião para quem está em busca de riqueza.

  1. Planejamento Financeiro: Como Fazer
  2. Quanto economizar por Mês?
  3. O que é o tesouro direto?