A sua Segurança Financeira está garantida?

Não é de hoje que as pessoas buscam alternativas para melhorarem de vida e também para mudar a forma como vivem, seja comprando algo ou simplesmente vivendo da melhor forma. Mas e a segurança financeira? É uma alternativa pra você?

A cada 10 jovens, 9 tem como planejamento estar “tranquilo” aos 30 anos de idade. Chegar aos 3.0, demonstra que realmente a fase adulta chegou e a partir daquele momento você vai apenas viver o que conquistou nos 30 primeiros anos de vida.

Se você perceber, os jovens que citei acima tem como “planejamento” alcançar esse estilo de vida, porém, será que todos estes 9 ousados tem feito valer realmente o planejamento ou fica apenas na vontade e no sonho de se tornar independente?

Um dos caras que eu mais acompanho, Roberto Navarro, utiliza sempre em suas palestras um formato muito simples para que possamos fazer um início de planejamento financeiro.

Ele divide o sistema em 3 passos, Segurança Financeira, Independência Financeira e Liberdade Financeira.

segurança financeira

Hoje eu decidi falar um pouco mais sobre a Segurança Financeira, que pessoalmente foi o que me fez acordar para a excelência financeira e também para a organização do meu relacionamento com o dinheiro.

O que é a Segurança Financeira?

Faça uma pergunta para você mesmo nesse momento: Se você hoje perdesse toda renda, Emprego, Investimentos, tudo. Quanto tempo você ainda teria de vida?

Na época que escutei essa palestra do Navarro e fui confrontado com essa questão, eu na situação que eu estava. Caso aquele fato realmente fosse real, eu cairia ali mesmo na hora que ele realizou a pergunta.

O princípio da Segurança Financeira é você garantir a sua vida por pelo menos 12 meses.

Você gasta quanto para viver? 2 mil reais por mês? Tenha 24 mil para a sua segurança.

Gasta 5 mil reais por mês? Tenha 60 mil guardados.

O princípio da Segurança Financeira é extremamente simples, porém pouquíssimas pessoas o fazem.

Muitas pessoas no Brasil investem em ações, renda fixa, tesouro direto. Alguns compram imóveis, constroem para locação e realmente estes modelos de investimento são rentáveis e muitos deles garantem 100% seus ganhos, mesmo que não seja muito.

Agora, se você comprou um terreno para investimento e o dinheiro que usou para isso era tudo o que tinha guardado, você está correndo um risco muito grande.

Ter uma segurança é simplesmente: TER UMA SEGURANÇA. Você precisa ter acesso ao seu dinheiro.

Vamos pensar que você bateu seu carro, precise pagar a franquia do seguro, você tem de onde tirar e repor assim que passar os meses.

Você começou a sentir algumas dores após uma partida de futebol e precisa correr para um médico, você tem para onde correr e ser socorrido.

Agora, se todo esse cenário fosse real e você tivesse investido toda sua economia em algo material que irá render com o tempo ou simplesmente não tem nada para a sua segurança, você vai fazer aquilo que a maioria da população Brasileira faz, correr para um banco.

O CHEQUE ESPECIAL não tem esse nome por acaso, ele realmente foi criado para emergências, e com taxas de até 200% ao ano em alguns bancos, com toda a certeza alguém está ganhando bastante dinheiro com a sua emergência.

A Segurança Financeira é o primeiro passo para a Independência Financeira

Se você utiliza o princípio da Segurança Financeira, você não vai para quando chegar aos 12 meses de faturamento.

O seu pensamento após chegar ao valor não será: “Opa, agora eu posso gastar porque já estou seguro”.

Quando você entende que o dinheiro pode e precisa trabalhar por você, é aí que você tomou gosto pela coisa. Poupar dinheiro não é fácil, porém, nada mais é que um hábito.

Assim como correr ou comer alimentos saudáveis, poupar exige que no primeiro momento você sinta dor ou simplesmente um desconforto por estar fazendo aquilo, afinal você não foi treinado dessa forma.

Tudo muda sabe quando?

Quando você começa a correr e vê que passando os dias você está se sentindo melhor, dorme melhor, vive melhor, você sabe que aquilo o fez bem e vai continuar fazendo

Para o dinheiro funciona da mesma forma.

Você está acostumado a pagar contas e juros para os bancos, correr atrás de juros mais baixos para fazer empréstimos ou qualquer coisa do tipo. Quando você tem uma quantia guardada na poupança e todo mês ela começa a aumentar, você começa a receber por isso, é nesse momento que você se apaixona.

Se você tem seus 24 mil guardados em uma poupança, o mínimo que irá receber todo mês no seu montante é R$120,00.

Aqui estou usando um cálculo abaixo do que temos normalmente, usei 0,5%.

A poupança hoje basicamente rende 0,7% o que nos levaria a R$170,00 acrescidos no seu montante todos os meses.

E ainda não acabou, sabe porquê?

Pense que durante mais 12 meses, você continua colocando dinheiro e aumentando sua segurança. Durante todos os meses, este valor vai cair na sua conta e vai somar ao que você tem, se olharmos pelos R$120,00/mês, em 12 meses você teria R$1.440,00 além do que você colocou.

Além de tudo o que falei, quero deixar bem claro que existem outros investimentos muito melhores que a Poupança, usei um bem simples que todos nós conhecemos e podemos calcular de forma simples para que possamos entender.

Espero estar conseguindo fazer você entender o quão importante é ter uma segurança financeira.

A minha Segurança Financeira

Hoje eu tenho 25 anos de Idade e pretendo chegar a Independência Financeira antes dos 30 anos.

Não tenho uma grande quantia guardada devido a muitas coisas que aconteceram nos últimos meses, porém, se eu não tivesse a minha segurança financeira eu com certeza não teria caminhos para o meu planejamento.

Planejar é realmente colocar no papel tudo aquilo que você pode fazer para chegar onde precisa, ter um planejamento sincero para as finanças é o primeiro passo para o sucesso.

A sinceridade nesse caso é o fator mais importante, se você pode guardar apenas R$100,00 mensais para uma segurança e possível independência, faça isso, se você não começar hoje com R$100,00, não espere começar quando tiver mais dinheiro.

Neste artigo, eu procurei usar alguns casos que podem acontecer na qual podemos perder dinheiro e nos afastar ainda mais de uma vida menos estressante quanto as finanças.

Eu ainda irei falar aqui sobre os investimentos que se deve fazer nestes casos iniciais. Investimentos a curto prazo que se tem total acesso ao dinheiro no momento da necessidade e que rendem mais que os investimentos comuns.

Espero ter ajudado e ter passado um pouco daquilo que alguns anos atrás me fez mudar o pensamento para buscar uma vida melhor.

O dinheiro está por aí, os problemas e a crise vem apenas para aqueles que não sabem cuidar do dinheiro como se deve, procure iniciar sua independência hoje, monte seu plano e comece agora.

Caso tenha ficado alguma dúvida, ou talvez lendo este conteúdo você se interessou por algo que eu posso estar falando em algum outro artigo, deixe seu comentário abaixo.

Vamos conversar um pouquinho!